Arcanjo Gabriel – “Sentindo as Emoções”

 

Se uma emoção surge em sua consciência, a primeira coisa a fazer é honrar sua presença.

Ela está lá para servi-lo de alguma forma. Depois de tê-la reconhecido, você pode então começar a explorá-la. Pergunte: “Isso é meu?” Você pode estar sentindo energias do coletivo, caso em que você pode simplesmente observá-la como libertação e enviá-la em seu caminho.

Se você perguntar, “É relevante a uma determinada situação?” Seus sentimentos podem dar-lhe o gabarito adicional a algo que você está considerando em sua vida. Por exemplo, se você está pensando em aceitar um determinado trabalho e seu ser inteiro está respondendo com ansiedade, seu corpo está deixando você saber que não é uma boa combinação energética para você. Agradeça seu corpo pelo aviso, e considere proceder de uma forma que se encaixe bem com você energeticamente.

Outra questão útil a ser perguntada quando alguma emoção surge é: “Isso é pertinente para esta vida?” Muitas feridas antigas, crenças e condicionamentos estão chegando para liberação. Esta pergunta permitirá que você reconheça se o que está vindo é material velho em sua maneira, e neste caso você pode ser grato por ver que você está continuando belamente em seu processo de iluminação.

Uma fascinante série de perguntas a se fazer para quaisquer emoções são as seguintes: “Quais são os presentes desta emoção para mim? Como isso me serve? O que isto quer me dizer?” Ao explorar o que você está sentindo, você fica fora da resistência, e permite que a emoção ofereça plenamente o seu propósito de ser. Ele mantém você em plena presença e aceitação, e desse espaço, ele começará a se elevar, uma vez que sua mensagem foi entregue.

Uma emoção sempre persistirá até que você permita que ela sirva ao seu pleno propósito para você. Depois de ter absorvido tudo o que puder de uma emoção, você pode simplesmente deixá-la ir. Ela simplesmente diminuirá, dissipará, se elevará ou desaparecerá. Nesse ponto você começa a escolher o que é que você gostaria de substituí-la. Muitas vezes as energias de paz, calma, cura ou simplesmente Amor são perfeitas para preencher o espaço que fica para trás.

Queridos, vocês não precisam encobrir as suas cabeças para evitar suas emoções! Elas, como todo o resto, estão presentes para servi-lo e guiá-lo, e têm muita informação e sabedoria para lhe oferecer. Elas permitem que você tenha uma experiência humana completa, que vem de senti-las, e são mercadorias preciosas para vocês em todos os sentidos.

Arcanjo Gabriel

***

Canal: Shelley Young

Fonte: http://trinityesoterics.com

Facebook: Trinity Esoterics

Twitter: @trinityesoteric

YouTube: http://www.youtube.com/user/trinityesoterics

Tradução: Adriano Pereira / http://blogluzevida.blogspot.com.br/

Jeshua – “O Grande Mistério”

Há um grande mistério no Universo, e esse mistério é que no Universo existe algo em vez de nada… No universo existe vida, luz e consciência; a vida dança e se movimenta. Como surgiu tudo isto?

É importante que primeiro você se maravilhe com o mistério da vida, luz e consciência. Estes elementos não podem viver de forma isolada; onde existe vida há luz e consciência também. A luz faz com que a vida se torne manifesta. Existe uma força motriz que faz com que a consciência se eleve até um ponto em que consiga refletir a si própria, tornando-se autoconsciente. Quando a consciência chega a esse ponto, a vida é capaz de tornar-se consciente e dar forma a si mesma. A vida pode, então, escolher e progredir, e ocorre algo como a formação de um Eu ou Self. Este é o nascimento da alma.

Mas darei um passo para trás a fim de descrever os princípios da vida, luz e consciência. De onde elas vêm? Qual é a origem da vida? No interior do Cosmos existe um vácuo, um vazio que respira… uma plenitude no silêncio. Esta é a origem da vida e você pode se conectar com ela ao respirar silenciosamente. Ao respirar em silêncio e tranquilidade, levando sua atenção à inspiração e expiração, você se conecta com a fonte primordial do Ser.

Este princípio silencioso, a base de toda a vida, continua presente em você. Ele vive e respira no seu interior, independentemente do que você esteja ou não fazendo. A origem, o princípio – o vazio que está lá, do qual tudo surgiu – ainda existe em você. Compreender isto o liberta, assim como libera os limites do ser que você é, revelando a natureza relativa, dual da sua individualidade.

Nesse vazio inicial, nesse espaço, ainda não existe individualidade, não existe uma alma única; há um puro Estado de Ser ou de Existir. Sinta o mistério desse Estado de Ser. Ele envolve tudo. Sem esta Base do Ser, você não existe; ela o permeia e nutre.

O que é isso? Nesse silêncio, vive o sopro de Deus. Deus é indeterminado, indefinido, e ilimitado. Ele não tem forma; é aquilo que não é individualizado. Deus está ciente de tudo, mas nesse campo de percepção ilimitada que é Deus, existem bolsões, ou cavidades, nas quais predomina a falta de consciência. Esta falta de consciência possibilita o crescimento e desenvolvimento da vida.

Deus, o Ser, criou lugares onde a vida é inconsciente, a partir dos quais um desejo de consciência pode se desenvolver e crescer em direção à luz. Vocês estão localizados num desses vazios no campo de consciência que é Deus. Deus teve que criar uma consciência menor para que a individualidade pudesse surgir.

A fim de criar a vida individual, Deus teve que fazer uma coisa paradoxal, porque, em essência, Deus é tudo. Tudo que existe está em Deus, tanto o que é possível quanto o que não é; então Deus teve que criar locais de menor conscientização, para possibilitar o nascimento da alma. A alma é uma consciência definida e limitada, que encontra seu caminho através do tempo e do espaço, buscando sempre essa união com Deus, da qual ela foi gerada. O nascimento da alma foi um salto na escuridão do esquecimento.

Ao criar a consciência no nível do indivíduo, algo novo, algo grandioso é gerado em Deus: uma consciência viva que cresce, que é dinâmica e evolutiva – e a vida é mudança, está num estado constante de vir a ser. Quando a consciência inclui tudo, inclusive todas as possibilidades, é impossível o crescimento dinâmico da inconsciência para a consciência. É somente através deste processo dinâmico que a luz pode ser criada na espiral de crescimento da alma – do seu nascimento, à sua juventude e maturidade. E é este crescimento no campo do tempo e espaço que se soma à consciência de Deus.

A alma vive num relacionamento amoroso com Deus. Deus é a Fonte da Alma, sua Base ou matriz, e a meta pela qual a alma se empenha. E Deus cria a alma para que Ele possa encontrar satisfação no anseio da alma de vir a ser, e na profundidade dos sentimentos que disto resultam. O mistério é que, desta forma, o próprio Deus se torna visível, tangível e experiencial, através da consciência individual que a alma traz dentro de si. Este é o propósito do nascimento da alma.

A alma é levada a perder seu caminho nos vazios da consciência, pelo menos em parte. Isto é necessário na jornada da alma porque é importante que ela atinja sua meta e, em total liberdade, retorne à consciência divina, à onisciência, ao conhecimento pleno. É por isto que o mal – aquilo que é considerado “ruim” – deve fazer parte da sua jornada.

Quando a alma tenta chegar ao Princípio, à essência do que ela é, a Deus nela mesma, é exatamente naquele vazio – a natureza ilimitada e todo-abrangente do Ser Divino – que ela vivencia sua libertação. É então que ela retorna ao Lar.

Luz e escuridão são elementos que pertencem à jornada da alma. O jogo de luz e sombra é criado porque Deus retira Sua consciência, ou a esconde, em certas partes do Cosmos, e lá oferece liberdade de ação à alma. A criação da alma é, na verdade, uma contração, uma diminuição da consciência. Mas este processo tem um propósito, porque é justamente nessa contração que existe um movimento, um processo de realização importante e valioso, e é este processo que cria luz.

A luz surge onde a consciência individualizada se abre para a Fonte Divina. À medida que a luz vai se tornando mais forte, que a consciência vai aumentando, e a conexão com o Um vai sendo mais percebida, a contração vai gradualmente se abrindo à plena consciência. Esta interação entre contração e omnisciência é a essência da Criação. Nesta dança entre os dois polos, Deus atinge Sua maior expressão.

***

Jeshua

Canal: Pamela Kribbe

Fonte: http://www.jeshua.net/por/

Contemplando a partida dos velhos eus – SaLuSa

 

 

Em ritmo acelerado, podeis ver como as novas energias estão vos afetando a tal ponto que estais potencializando todos os vossos sentimentos internos mais guardados, para que venham para fora e sejam reconhecidos. Ainda que para muitos reconhecer essas verdades mais internas, de certa forma, seja doloroso, é necessário que assim o seja, pois mostra-vos muitos pontos que havíeis guardado por eras e estes estão vindo para fora, para que possais tomar consciência e trabalhá-los. Claro, nem todos os pontos são algo a se trabalhar, pois muitos também são as suas habilidades que, ao longo das eras, foram suprimidas pelo peso das baixas vibrações. De um modo geral, o processo em andamento deixar-vos-á a par de tudo em vosso ser e, consequentemente, à vossa volta, nos níveis astrais e físicos.

A Ascensão é, em palavras já ouvidas por vós, reconhecer vós mesmos em totalidade. E estas novas energias que banham a Terra dão, a muitos de vós, a nítida sensação de, como diz o ditado, “estar a serdes sacudidos como um saco com pipocas”. E a intenção disso é para que possais ver tudo que esteve guardado em vós por tanto tempo, tomardes conhecimento, e liberardes o que já não vos serve mais. É necessário que tenhais total controle de vós mesmos para que possais avançar rumo às altas vibrações. Como sabeis, nos reinos mais elevados tudo que pensais e desejais, consciente ou inconscientemente, é imediatamente manifestado, e faz-se necessária a Mestria para que vos torneis totais e puramente conscientes de suas criações.

Não vos preocupeis de como chegareis a esse estado, pois, como já dissemos, esse sempre foi o vosso estado natural e o processo no qual estais imersos é apenas para vos relembrar quem sois, de fato, e existe uma infinidade de mestres que estão ao vosso lado para o auxílio nesse regresso. Posso citar uns muito familiares a vós: Lord Sanat Kumara, Sananda, Gautama, e alguns mais recentes – Sai Baba, Yogananda, Gandhi… E toda vossa família do espaço com suas especialidades. Já ouvistes que existem Câmaras de Luz sendo preparadas para ajudar também neste processo de sairdes-vos deste estado de amnésia total da vossa verdadeira natureza e origem estelar.

Para alguns de vós, o ritmo pode ser mais lento, pois as Forças da Luz tendem a suavizar as potentes energias que chegam a vós, para que possais ter tempo de assimilar cada novo “eu” que passais a reconhecer e liberar. Dia após dia estais vos observando como em uma intensa metamorfose, e chegará um ponto crucial quando não mais vos reconhecereis como aqueles que fostes dominados pelas intensas emoções e energias de baixa frequência, que foram a prova de fogo na vossa experiência. Mas apenas guardareis a sabedoria da experiência para que possais compartilhar em sistemas onde este processo esteja começando. Ao vos entregar nesse processo, vereis vários “eus” a se mostrarem a vós, e cada um deles exigirá, de certa forma, que fiqueis semelhantes a uma roleta desesperada tentando provar para vós que determinado “eu” é o vosso eu verdadeiro. Aí está, para vós, uma oportunidade de deixardes ir todos os velhos eus comprometidos com a velha energia, para que possais incorporar seu Eu Autêntico, aquele que não vê outra coisa, senão a Unidade.

Tende em mente que as Forças da Luz estão garantindo que possais passar por esse processo de forma segura, e que não haja mais interferências por parte dos que pertencem às trevas. É sabido por vós que fostes, por muitas eras, induzidos a crer que estivestes sozinhos no Universo, e fostes colocados em quarentena. Agora, com os avanços das Forças da Luz estais tendo a oportunidade de seguirdes livremente vossos caminhos e tomardes suas próprias decisões. Ainda que alguns agentes das trevas tentem induzir-vos à falha, estais tão assegurados do que desejais, que não mais caireis nas armadilhas montadas por eles. Estais determinados, e vossas almas sabem que essa é uma oportunidade grandiosa para que alcanceis a vossa ascensão e não a desperdiçareis, como no passado. A lembrança da velha Atlântida ainda está em vossas almas e, desta vez, não titubeareis.

Todo Universo está a dar-vos o suporte necessário para que possais passar pelos estágios que antecedem vosso salto quântico e, saibais também, que a um simples pensamento vosso de pedido de ajuda, recebê-la-eis imediatamente. Não haja dúvidas quanto a isso.

Estai atentos e no Agora, para que possais estar cientes de todos os vossos “eus” que desfilarão na vossa frente, tentando vos seduzir a fim de vos apegardes a eles. Observai-os apenas como crianças a querer chamar atenção de um tutor que tanto lhes deu assistência, mas agora é hora de seguirdes o vosso caminho. Abençoai todos os velhos “eus” que vos serviram como verdadeiros mestres, a vos mostrar e ajudar na experiência em tudo que necessitastes nas dimensões mais baixas. O Portal para vossa Ascensão está aberto e não há mais um cabo de guerra tentando vos arrastar para uma das extremidades. Agora estais como observadores visualizando a velha energia a se dissolver enquanto ela desfila na vossa frente e é iluminada pelo vosso Eu Autêntico.

Eu Sou SaLuSa, de Sirius e, mais uma vez, estou a vos dar testemunho de como as coisas na Mãe Terra estão aceleradas. Podereis experimentar mais fenômenos chamados de “lapsos de tempo”, quando vos deparardes em rápidos momentos acessando o passado ou o futuro, como se a atual realidade estivesse se dissolvida e entrado em outra. Muitos de vós estais sendo chamados a linhas de tempo passadas para ajustardes algo que ficou para trás inacabado, e irdes ao futuro para trazer informações importantes para a sua atual linha de tempo. Sabei que está havendo uma fusão completa entre as linhas, e vós sois os responsáveis por restaurardes completamente a história da Terra, levando-a ao patamar de Diamante Azul da Galáxia. A muitos de vós isso pode parecer demais para suas mentes lineares, mas crede que vosso Eu Autêntico é bem consciente disso.

Deixo-vos nosso Amor e Bênçãos de todos nós da Federação Galáctica.

Estejam em paz

Estejam na Luz

***

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/11/salusa-contemplando-partida-dos-velhos.html